logo clinica naturale hiper-hidrose Info logo varizes Clínica Naturale I - São Paulo
Av. Moema , 87 cj 51-52
Moema – São Paulo
Parking : Al. dos Jurupis 452
Fone: 11 50511075
Clínica Naturale II - Interior
Avenida Antonio Ometto, 525
Limeira – São Paulo
Fone 19 34538490
diretor medico
Informações sobre varizes para pacientes e profissionais de saúde
Informations about varicose and spider veins for patients and health professionals
Information à propos des varices et des télangiectasies pour patients et profissionnelles de la santé
HOME A Clínica Médicos Agendamento Hospitais Email Aesthetic News Search
  O que é Hiper-hidrose ?
  Causas
  Sinais e Sintomas
  Tratamentos
  Porque BOTOX®
  Tratamento com BOTOX®
  Duração dos Efeitos
  Como aplicar BOTOX®
  História do BOTOX®
  Simpatectomia
  Complicações da Simpatectomia
  BOTOX® X Simpatectomia
  Grafia Correta
  Pesquisas da Clínica
  Referencias
  Pesquisas Internacionais
  Texto Completo
  Fotos
  Links

Simpatectomia Vídeo Endoscópica

A simpatectomia videoendoscópica é realizada sob anestesia geral. Uma cânula é passada através de um pequeno corte no tórax e através do acompanhamento pelo vídeo, o cirurgião identifica o nervo simpático. Através de um cautério, os nervos responsáveis pela Hiper-hidrose são destruídos. A técnica é eficiente com excelentes resultados, mas apresenta complicações, entre elas a mais freqüente é a Hiper-hidrose Compensatória ( um aumento de suor em outras partes do corpo) , que é uma situação muito desagradável.

O tratamento cirúrgico de Hiper-hidrose, a simpatectomia , envolve a remoção de uma parte específica do nervo simpático principal. Como se sabe , os nervos simpáticos fazem parte de um sistema nervoso separado e paralelo. O local anatômico e a função é separada do somático (voluntário), que são os nervos que controlam a sensação e o movimento . A "cadeia" de nervo simpático é formada por um grupo de nervos localizado próximo às costelas no tórax, muito próximos a coluna vertebral. Os ramos nervosos , que saem de um espessamento de nervos chamados gânglios atingem a glândula e estimulam a sudorese. Há um gânglio em cada nível vertebral da coluna e todos estes gânglios correm longitudinalmente formando a "cadeia simpática." Os ramos do nervo simpático saem então de cada um destes gânglios e vão agir sobre os vasos sanguíneos e glândulas de suor no corpo. A terapia cirúrgica para Hiper-hidrose requer a remoção e destruição deste gânglio específicos que causam o suor das mãos e axila. Há uma variedade de modos de lidar com os gânglios simpático, removendo, cauterizando, cortando os ramos . Todas as técnicas são capazes de bloquear a Hiper-hidrose.

Na técnica clássica , para tratar a Hiper-hidrose Palmar (mão) . o gânglio de T2 é afastado ou destruído. Muitos cirurgiões também removerão o terceiro gânglio para maximizar a chance parar completamente o suor das mãos. Para tratar a axila, o segundo e terceiro gânglio é afastado ou destruído. Semelhantemente, alguns cirurgiões também destruirão o quarto gânglio para maximizar o resultado. Para diminuir a possibilidade de Hiper-hidrose compensatória, os gânglios estão sendo retirados mais seletivamente, ou seja, menos gânglios. Mas isto não garante que a Hiper-hidrose compensatória não vá ocorrer e aumenta a chnace de recidiva, ou seja , não melhora da Hiper-hidrose Original.

No passado, se utilizava uma incisão de tamanho grande no tórax , ou na lateral do pescoço. que exigia cortes com cicatrizes para expor a cadeia simpática. Porém, recentes avanços em tecnologia produziram menos métodos menos invasivos como a simpatectomia videoendoscópica. Isto requer anestesia geral para o paciente. Uma vez anestesiado , dois ou três pequenos furos (5-10 mm) são realizados no tórax. Por estes furos , é passado um endoscópio que gera imagens para uma câmara de vídeo. Assim, a cadeia simpática pode ser identificada. Pelas incisões, são colocados instrumentos para permitir para o cirurgião remova e destrua os gânglios específicos dependendo dos sintomas do paciente. Para executar esta operação, o pulmão do paciente tem que ser colabado para permitir espaço adequado para o cirurgião manobrar. Depois da conclusão da operação, o pulmão é reenchido e as incisões são fechadas. Ocasionalmente um tubo pequeno é mantido dentro do tórax para permitir evacuação de ar, porém, isto é normalmente retirado dentro de algumas horas da cirurgia. Depois que um lado é completado, o cirurgião repete o procedimento do lado oposto

Normalmente , os pacientes deixam o hospital em um período de 24 horas da cirurgia. Há um pouco de dor pós-operatória, necessitando medicação por alguns dias.

Nosso Tratamento

Muitos pacientes, podem ser beneficiados pela simpatectomia, mas uns poucos não. Como são situações imprevisíveis, que não dependem do médico que a realiza, preferimos tratar a Hiper-hidrose com a Toxina Botulínica ( BOTOX® / Dysport ) porque não apresenta Hiper-hidrose Compensatória e nem Síndrome de Horner, e nem complicações cirúrgicas.

Se a escolha for por segurança a melhor opção é a a Toxina Botulínica ( BOTOX® / Dysport ) , o que nós preferimos, se a escolha for pela fato de ser definitivo a melhor opção é a Simpatectomia

Considerando a ausência de risco e complicações e facilidade do procedimento, preferimos a Toxina Botulínica ( BOTOX® / Dysport ) à Simpatectomia em nossa Clínica.

 

 

Existem 2 técnicas eficientes para tratar a Hiper-hidrose:

A Toxina Botulínica

A Simpatectomia

A Toxina Botulínica, que preferimos, tem poucos riscos, mas não é definitiva, a simpatectomia é definitiva, mas tem maiores riscos e complicações.

Assim, como as duas técnicas são diferentes, e ambas são eficientes, o médico deve explicar ao paciente as vantagens e desvantagens de cada técnica e a escolha deve ser opção do médico e do paciente

 

 

A Simpatectomia

A principal vantagem da Simpatectomia, é de que é um procedimento definitivo.

As desvantagens são os riscos de uma cirurgia, a Hiper-hidrose compensatória, a Síndrome de Horner, O Pneumotórax, o Hemotórax, a assimetria de resultados, resultados imcompletos, complicações anestésicas, necessidade de internação hospitalar, anestesia geral, não é reversível, é uma técnica de maior complexidade, e utiliza material complexo.

A Toxina Botulínica

A principal desvantagem da Toxina Botulínica é de que não é um procedimento definitivo, tem um custo relativamente elevado por não ser definitiva, e apresenta um pequeno índice de falhas.

As principais vantagens são: É um procedimento ambulatorial, que não necessita internação, é reversível, é simples, o material é simples, a técnica tem baixo risco, não provoca Hiper-hidrose compensatória, não tem síndrome de Horner, não tem complicações cirúrgicas, é realizada sob anestesia local, no consultório.

 

 

Na Clínica Naturale , preferimos a Toxina Botulínica porque é um tratamento simples, para um problema simples.

 

Mais sobre o Tratamento da Hiper-hidrose com BOTOX®

last actualization:

 

Seguimos os  princípios do código de conduta Web de medicina e saúde. A informação é oferecida para  educação , não necessariamente  são técnicas praticadas na Clínica Naturale. Não substitui opinião médica em atendimento formal. Se você tem um  problema de saúde, contacte seu médico . O objetivo do ato médico, como em toda a prática médica, constitui-se da obrigação de meio e não de fim ou resultado. Informações e textos são produzidos por médicos da Clínica Naturale e não recebem fundos ou propaganda de qualquer empresa ou pessoa. O site é custeado pela própria clínica. Adaptado ao decreto CFM 1974/2011 que regulamenta comunicação médica e não permite fotos antes /depois de procedimentos . Fotos e desenhos  são meramente ilustrativos. Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento. copyright © 1998-2012 Clínica Naturale. last actualization: